Quem Somos

TainahDadda_3_edited_edited.jpg

Tainah Dadda

TAINAH DADDA é encenadora e produtora cultural. Mestra em Estudos de Arte com ênfase em Curadoria, pela Universidade do Porto, e graduada em Teatro, com habilitação em Direção Teatral pela UFRGS.  

Desde 2009, desenvolve projetos performativos autorais e em parceria com criadores multidisciplinares. São seus espetáculos como Desvario (2009), Sr. Kolpert (2012), Para que servem as coisas?(2018) e Manual para náufragos (2021). É autora da fotoperformance Deixar para trás, que realiza desde 2016 em diferentes cidades do sul do Brasil e em Portugal.

 

Como produtora, atuou como colaboradora da Agência CKCO, de Pelotas-RS, onde desenvolveu projetos tais como Horizontes de imagem: arte contemporânea em Pelotas (2016), Criar na cidade - 1a. e 2a. edições (2015 e 2017), Pedal arte: festival da bicicleta de Pelotas (2017) e os shows Depois da queda (2017), de Luciano Mello, e Vamos deixar as canções de amor pro futuro (2019), de Luciano Mello e Juliano Guerra.

 

Vencedora do Concurso para novos diretores do Goethe-Institut de Porto Alegre em 2012, com o espetáculo "Sr. Kolpert", do prêmio de melhor direção na categoria videoespetáculo do Festival Nacional de Teatro de Congonhas 2021, por Manual para náufragos.

 

Veja mais em:

www.tainahdadda.com.br

_DSC0684_edited.jpg

Thais Fernandes

THAIS FERNANDES é formada em jornalismo pela PUCRS. Desde 2007 trabalha como montadora e diretora de projetos audiovisuais para televisão e cinema. Atua também no teatro como dramaturga e diretora, focada atualmente em projetos para o público infantil. 

De 2007 a 2009 foi coordenadora de finalização do Núcleo de Programas Especiais da RBSTV, e em 2008 participou do taller de realização de documentários da EICTV, Cuba. Em 2009 trabalhou como assistente de montagem na Casa de Cinema de Porto Alegre, participando das séries "Fantasias de uma Dona de Casa" e "Família Brasil", ambas exibidas na RBSTV, e "Que exploração é essa?", exibida no Canal Futura.



Ainda em 2009 produziu e foi curadora da Mostra de cinema "Santiago Álvarez - O olho da revolução", que trouxe a Porto Alegre algumas das obras cinematográficas do cineasta cubano Santiago Álvarez. Em 2011 ganhou bolsa integral do programa IBERMEDIA para participar do “IV Diplomado en Documental de Creación” em Cali, Colômbia. Em 2012 assina a montagem da série documental “Sonho de Guri”, e dos curtas documentais “Cidades Redesenhadas” e “Felizardo, um retrato em meio tom”, todos dirigidos por Liliana Sulzbach. Em 2013 lança a performance transmídia “Passaporte para o Exílio”, contemplada com o prêmio Coletivos Criativos. Ainda em 2013 é selecionada para o 8º TALENT CAMPUS BUENOS AIRES, e em 2014 para o BERLINALE TALENTS. Também em 2014 lança o webdocumentário interativo “A CIDADE INVENTADA” - no qual assina produção executiva e edição de vídeos - e estreia “No que você está pensando?”, espetáculo teatral contemplado com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2013, do qual é dramaturga, diretora e vídeo designer. Em 2016, seu primeiro documentário interativo como diretora – “UM CORPO FEMININO” – foi selecionado para o IDW / INTERACTIVE DOCUMENTARY WORKSHOP - Visions Du Réel 2016. O projeto virou curta em 2018 e circulou por diversos festivais no Brasil e no mundo. Em 2019 lança "AFINAL, QUEM É DEUS?" - série documental para o público infantil aprovada no edital PRODAV 12/2015 de TV's públicas, da qual é roteirista e diretora. Em 2020 prepara o lançamento de  PORTUÑOL, seu primeiro longa metragem - vencedor de melhor longa metragem gaúcho no 48º Festival de Cinema de Gramado.

 

Veja mais em:

www.thaisfernandes.com.br